top of page

Troque o perfeccionismo pela busca da excelência



Se a gente olha para o destino inatingível da perfeição, só vê o que nos falta. Mas se olha para o caminho da excelência, a gente vê o quanto já percorreu. 

Quem é que não conhece frases do tipo “errar é humano”, “ninguém é perfeito”, “o ótimo é inimigo do bom” etc e tal?  Até dizemos essas frases, mas só da boca para fora. 

 

No nosso íntimo não é tão simples lidar com nossos erros, fracassos, fraquezas, limitações, insuficiências, aspectos negativos... E por quê? Porque tudo isso nos expõe a situações dolorosas, que nós queremos a todo custo evitar. Situações como receber críticas, ser desaprovados, repreendidos, rejeitados... Nos sentir em desvantagem, inferiorizados. Ou simplesmente não atender às nossas próprias expectativas.  

 

A melhor maneira de a gente se manter bem longe dessas situações indesejáveis é fazer tudo certo, ter alto desempenho, ser top.  Porque assim estamos a salvo da crítica, da rejeição, desaprovação, do sentimento de inferioridade, da decepção com nós mesmos, de tudo aquilo que a gente não quer! E o que é melhor, ser top traz tudo o que a gente quer: admiração, aprovação, reconhecimento, sucesso, autoestima elevada, recompensas etc etc. Não é à toa que a gente alimente a expectativa de ser perfeitos, impecáveis, inatacáveis, não é? 

 

É legítimo e necessário querer ter êxitos, conquistas e satisfação com nós mesmos. Porém, a expectativa de ser perfeitos, ou de fazer tudo perfeito, não traz felicidade. Na verdade, traz mais é sofrimento. 

 

Tem vários estudos que relacionam o perfeccionismo com a ansiedade e o stress, e, em casos mais extremos, ao surgimento de transtornos psicológicos. A autoexigência de perfeição também pode nos levar a definir metas irreais, que nunca alcançaremos, gerando grande frustração e baixa autoestima. Outro efeito do perfeccionismo é a autocrítica severa, uma conversa tóxica que temos conosco mesmos. 

 

Em vez da perfeição, faria mais sentido buscar a excelência. Um dos significados de excelente é “aquele que se excede”. A busca da excelência, então, seria a busca por crescimento, por evolução. 

 

Se a perfeição é um destino final, que nunca chega, a excelência é um caminho. Um caminho que a gente faz todo dia, às vezes com algum tropeço, mas avançando sempre. 

 

Se a gente olha para o destino inatingível da perfeição, só vê o que nos falta. Mas se olha para o caminho da excelência, a gente vê o quanto já percorreu. 

 

Comments


bottom of page