top of page

O que é mindfulness e quais são seus benefícios


Mindfulness é um antídoto para a agitação mental do nosso tempo. Nos ajuda a focar a atenção, organizar melhor o tempo e lidar com a ansiedade e o stress, entre outros benefícios.

Mindfulness é o estado mental de atenção plena e intencional no momento presente, sem julgamento.


Se isso soa meio abstrato para você, eu o convido a fazer a experiência a seguir para ter sua própria compreensão do que se trata.


Com os olhos fechados, deslize o dedo indicador pelos dedos da outra mão, como se estivesse desenhando o contorno deles. Comece pelo dedo mínimo, vá até o polegar e retorne ao mínimo, vagarosamente. Preste total atenção no que está fazendo e nas sensações que os movimentos provocam. Observe as ondulações dos seus dedos, a diferença do toque nas juntas e nas partes macias. Observe a textura e a temperatura da pele. A ideia não é analisar o que está fazendo, mas apenas sentir, ok? Faça isso agora, antes de prosseguir com a leitura.


Pois bem. Nos momentos em que sua mente esteve completamente envolvida com as sensações da experiência, apenas percebendo e não pensando sobre elas, você vivenciou o estado de mindfulness. Aí está!


Essa é apenas uma das muitas formas de acessar o estado de atenção plena e intencional no momento presente. E se você questiona por que motivo fazer isso, posso lhe dar vários!


Melhor gerenciamento da atenção e das emoções


No mundo de hoje, nossa capacidade de focar a atenção concorre com a avalanche de estímulos e informações que chegam a todo instante, sobretudo pelos aparelhos eletrônicos que carregamos conosco 24 horas por dia.


A mente salta um assunto para outro e não passa muito tempo fixada a algo. Com frequência estamos com a cabeça em uma coisa enquanto o corpo faz outra, e acabamos realizando atividades distraidamente, no piloto automático. Tudo isso nos deixa mentalmente acelerados, enfraquece a capacidade de manter o foco e provoca ansiedade, que por sua vez alimenta o stress.


A prática de mindfulness atenua esses problemas na medida que fortalece a estrutura do cérebro que utilizamos para prestar atenção.“A atenção funciona como um músculo: pouco utilizada, ela definha; bem utilizada, melhora e se expande”, resume o psicólogo americano Daniel Goleman, autor do livro Foco.


Passamos a ter melhor gerenciamento da atenção e consciência de como estamos ocupando nosso campo mental momento a momento. Aprendemos a “deixar ir" pensamentos negativos e de preocupação e lidar com nossos estados emocionais. A agitação mental diminui, e com ela a ansiedade e o stress que são seus subprodutos.


Mindfulness é também um exercício de auto-observação, em que percebemos nossa maneira de pensar, sentir e nos comportar. Por meio de atitudes que são exercitadas com as práticas, desenvolvemos formas mais efetivas de lidar com as situações desafiadoras da vida.


Eu poderia citar ainda mais benefícios, mas, para simplificar, digamos que mindfulness nos deixa mais centrados.



Treino diário


Nas práticas de mindfulness, exercitamos manter a atenção nas sensações da respiração, de partes do corpo ou de movimentos. E isso se pode fazer em vários lugares e circunstâncias, o que torna o exercício muito versátil e ao alcance de qualquer pessoa.


Pratica-se sentado – o que pode ser na cadeira do escritório, no chão, no sofá da sala ou no banco do ônibus –, deitado ou em pé. Na modalidade de prática mais comum ficamos sentados confortavelmente, numa postura ereta, com os olhos fechados.


Idealmente o treino deve ser diário, por pelo menos 15 minutos. É comum as pessoas pensarem: meu dia já é tão cheio, como vou encontrar 15 minutos para isso? Bem, não se trata de encontrar tempo, mas de criá-lo. E vale a pena!


Quer aprender as práticas, a filosofia e a neurociência do mindfulness? Clique aqui para saber como.

Comments


bottom of page